Construindo um negócio baseado em princípios cristãos - parte 02
Negócios e Empreendedorismo

Construindo um negócio baseado em princípios cristãos [Parte 02]

Se você tem dúvidas sobre como alinhar seus princípios no dia a dia da sua profissão, acompanhe aqui a 2ª parte do texto “Construindo um negócio baseado em princípios cristãos”.

Neste artigo eu trouxe mais 5 princípios que podem ser aplicados na construção do seu negócio. Se ainda não leu a [Parte 01], clique AQUI.

Vamos lá para mais uma reflexão sobre esse assunto tão importante: a construção de negócios éticos.

Quando pensei em escrever sobre esse tema, o objetivo principal era produzir um conteúdo que pudesse ajudar os jovens cristãos a colocarem em prática aquilo que acreditam.

O que percebi depois é que esses princípios, quando aplicados, podem ajudar qualquer negócio a ser mais responsável e ético, mesmo quando o empreendedor não for cristão.

Por isso, convido você a pensar sobre todos os tópicos aqui apresentados e avaliar o quanto eles podem fazer sentido para a sua realidade. Depois nos conta como foi a sua experiência na prática.

Bom, vamos lá para mais 5 princípios cristãos para você utilizar na construção do seu negócio.

Servir os outros

Esse é um exemplo típico de quando pensamos no exemplo de Jesus Cristo: Servir os outros.

Na verdade não é nada fácil colocar isso em prática, mas quando o objetivo do seu negócio é servir os outros, naturalmente ele já se torna um negócio responsável.

Ao construir um negócio baseado neste princípio, você busca o bem coletivo e não apenas os próprios interesses e isso já faz uma enorme diferença.

Se tiver mais interesse no assunto, você pode ler o artigo que escrevi sobre a Liderança Servidora. É só clicar AQUI.

Diminuir a expectativa de retorno

Este princípio pode parecer que está na contramão de tudo que você já ouviu sobre negócios. E provavelmente está mesmo.

Quando você constrói um negócio baseado nos princípios cristãos o foco central não é o seu lucro, mas quanto valor você pode criar para outras pessoas. O lucro é apenas uma consequência de todo o trabalho.

Jesus era mestre em fazer o que precisava ser feito e em não ter expectativas de retorno. Quando tornamos isso um hábito, nossa vida pessoal e profissional fica mais leve.

Eu já experimentei os dois lados. Já tive muita expectativa e me frustrei e hoje faço o meu trabalho tentando ter o mínimo de expectativas, o que faz meus dias mais tranquilos.

Gerenciar a necessidade de poder

Este é um princípio que poderia ser mais utilizado. Muitas vezes vemos negócios prejudicando pessoas e meio ambiente apenas para manter atendida a “necessidade de poder” dos donos.

Jesus tinha poder, mas não tinha necessidade de mostrá-lo e de utilizá-lo apenas para manter um status. Ele utilizava quando era em benefício das outras pessoas.

Construir um negócio onde o “poder” não interfere nas relações é um desafio e tanto, mas com certeza você colherá bons frutos de toda sua equipe.

Reconstruir relacionamentos

Nos dias de hoje, onde quase todos os relacionamentos são descartáveis, quero incentivar você a reconstruir relacionamentos saudáveis dentro da sua organização.

Jesus reconstruía o relacionamento com seus discípulos, mesmo quando eles falhavam.

Se a relação não é tóxica ou prejudicial, sempre pode ser reconstruída.

Esse trabalho de empatia e de escuta ativa pode trazer benefícios a curto e a longo prazo para o seu negócio. Afinal de contas, trabalhamos com pessoas, e todos nós somos falhos. Não destrua uma equipe antes de tentar restaurá-la.

Ser exemplo

Este é um princípio fundamental e fecho com ele os nossos tópicos.

Jesus era um exemplo, acima de tudo, e por isso ainda é utilizado como exemplo nos dias de hoje.

Se você quer construir um negócio baseado nos princípios cristãos, precisa ser exemplo disso. Mesmo com erros no meio do caminho, e eles irão acontecer, sempre é tempo de pedir desculpas pelos deslizes e tentar mais uma vez.

Não utilize seus erros como desculpa para uma vida desregrada. Isso não é responsável e nem ético. 😉

Ser exemplo é a única forma de liderar de verdade.

_____________

Espero que esses tópicos possam ter lhe ajudado a pensar sobre o seu negócio de uma outra maneira. Que essas ideias possam ter criado novas ideias aí para a sua realidade.

Meu objetivo com estes dois artigos foi mostrar que é possível construir um negócio com princípios.

Mesmo que esses conceitos ainda estejam na contramão da multidão, nada paga o preço de você saber que fez o que era o certo fazer como empreendedor: Pensar nas pessoas antes do lucro.

Se você gostou deste artigo, compartilha com seus amigos. Leve esta reflexão para mais pessoas. Quem sabe mais negócios baseados em princípios cristãos possam surgir! 😉

Se você quer receber nossas novidades, cadastre seu e-mail aqui no Blog.

Um abraço e até a próxima.

Post Anterior Próximo Post

Você também poderá gostar

Sem comentários

Deixe seu comentário