Negócios e Empreendedorismo

Empreender com amor e por amor. É possível?

Empreender com amor e por amor é possível?

Essa é uma dúvida muito comum nos dias de hoje quando ouvimos muito o discurso de “fazer o que se ama”.

Mas acredito que exista uma diferença enorme entre “fazer o que se ama” e fazer com amor e por amor.

Quer entender a diferença? Então continua aqui conosco! 😉

No texto “10 Dicas para você alinhar sua carreira com o exemplo de Jesus”, a primeira dica que dei foi: Fazer as coisas por amor.

Esse foi o exemplo que Jesus nos deixou.

Mas fazer as coisas com amor e por amor nem sempre tem a ver com fazer o que se ama.

Nossos desejos tendem a ser egoístas, e o que amamos nem sempre é aquilo que Deus quer que façamos como cristãos. Isso deve ser considerado em nosso dia a dia.

Você já parou para pensar sobre isso?

Se aquilo que você ama fazer não tem como objetivo final edificar o reino de Deus, isso não deveria ser a sua escolha como carreira.

Essa afirmação é um pouco dura, mas nos convida a refletir sobre nossas escolhas como cristãos.

Quantas vezes escolhemos fazer o que amamos, mas não refletimos se aquilo é o que Deus ama?

O nosso dia a dia nos engole e nos leva sempre para longe de Deus. Precisamos estar atentos para não perdermos nossa fé pelo caminho, no meio das escolhas que “amamos”.

Ao contrário disso, temos o empreendedorismo com amor e por amor!

Nesse tipo de projeto podemos não fazer exatamente o que mais amamos, mas fazemos com amor o trabalho que precisamos fazer.

Empreender com amor, é fazer o nosso trabalho pensando no bem do próximo.

Empreender com amor é utilizar, com gratidão, os dons que Deus nos deu.

Empreender com amor é ter como objetivo final, a salvação daqueles a quem servimos com o nosso trabalho.

Empreender por amor é compartilhar o amor que recebemos de Deus.

Empreender por amor é deixar Deus conduzir a nossa vida e a nossa carreira.

Empreender por amor é nos esvaziarmos de nós mesmos para Deus nos preencher com a sua sabedoria.

O caminho do empreendedorismo cristão é um conflito diário entre aquilo que achamos que é o amor e aquilo que é o verdadeiro amor.

Só podemos entender do verdadeiro amor quando temos Deus morando em nosso coração. Sozinhos não conseguiremos empreender com amor e nem por amor.

Não é a toa que Jesus resume todos os mandamento em amor.

Ou seja, se nós conseguíssemos amar perfeitamente, nós conseguiríamos cumprir a lei. Não é o nosso caso… Ainda bem que Jesus fez isso por nós.

Hoje, perdoados, podemos empreender com amor e por amor, não por sermos perfeitos, mas porque temos o Espírito de Deus habitando em nós.

Sempre que for iniciar um novo projeto, se pergunte se ele ajudará na missão de levar Cristo ao mundo e se ele começou a partir do amor de Deus.

Versículo da semana:

O amor não pratica o mal contra o próximo; de sorte que o cumprimento da lei é o amor.

Romanos 13.10

Post Anterior Próximo Post

Você também poderá gostar

Sem comentários

Deixe seu comentário